Home / Música / Mova-se – Biorki feat. Salomão do Reggae e Felipe Vilela

Mova-se – Biorki feat. Salomão do Reggae e Felipe Vilela

[Biorki]
Não me conformo, por isso o mic tá na mão
Enquanto eu oro, me movo também em ação
Às vezes choro, me vejo sem motivação
Então eu rogo quem inspira a inspiração

Vejo os moleque na rua sem perspectiva
A culpa não é sua, mas por favor não desliga
Escuta o que eu tenho a lhe propor
A sede é de justiça, amor faça pelo amor

Quantos sorrisos eu consigo gerar? (Hein?)
Quanta pobreza eu consigo suprir? (Hein?)
Quantos caídos eu posso levantar? (Hein?)
Tirando eu mesmo, quem pode me impedir? (Quem?)

Se não salva, não combina com o Salvador
Se emana ódio, vive longe do que é o amor
O Céu na terra, sem drama ou suspense
Não é sobre ser santo, é sobre ser gente!

[Salomão do Reggae]
Dê uma olhada para dentro do seu coração
Com a lente do amor, ajusta a visão
Há uma tela dentro da favela, becos e viela

E não é sobre ser santo ou crente, é sobre ser gente
Quem ama não tem medo, faça diferente
Para no sinal e abra tua janela

[Biorki]
A rua pede ajuda, mas nem todo mundo escuta
Seguem suas vidas, afinal a vida é curta
Mas pra quem sofre parece uma eternidade
Sonhando com milhões e vivendo de caridade

Invisível no farol
Vendendo balas no Sol
Fecha o vidro, mas raramente faz algo em prol

Não sei mais quem é opressor ou refém
Nada me amedronta mais que o cidadão de bem
É que de bem em bem já não nota ninguém
Honesto, faz seu corre bem, cego por notas de cem

Reclama no sofá, assistindo o jornal das oito
Mas segue com a vida com o coração em ponto morto
Sentado sonha com o futuro melhor
Coitado! O mundo vai de mal a pior
Relaxado! Acha que não pode ajudar
Pecado: É ter o bem e não praticar!

[Salomão do Reggae]
Dê uma olhada para dentro do seu coração
Com a lente do amor, ajusta a visão
Há uma tela dentro da favela, becos e viela

E não é sobre ser santo ou crente, é sobre ser gente
Quem ama não tem medo, faça diferente
Para no sinal e abra tua janela

[Felipe Vilela]
Voar não é doença, mas a liberdade é risco
Minhas fraqueza eu parafraseei, venci com meus rabisco
Meu redentor que vive conhece meus temores
Mas pássaros em gaiolas não lutam com predadores

Mas transcende os limite do bolso, estoura os orçamento
E com as moeda que a viúva deu serve pro tiozinho ao relento
Um mero maltrapilho tentando ser humano em culto de libertação
Mas quer expulsar o demônio da fome

Sem nome, sem status, no hall de Babel
Nós falava em língua diferente antes da ordem dos Céus
O véu que separava, rasgado, deu acesso
Ao mesmo sentimento, Jão, do Rei que se fez servo

[?] O tempo todo sempre semeou sorriso
E viveu pra ensinar que o mundo é mais do que o seu umbigo
Eis que te digo!
O mundo é mais que o seu umbigo

[Salomão do Reggae]
Já não separa mais

[Felipe Vilela]
O mundo é mais, o mundo é mais, o mundo é mais que o seu umbigo
O mundo é mais, o mundo é mais que o seu umbigo, aí

[Salomão do Reggae]
Dê uma olhada para dentro do seu coração
Com a lente do amor, ajusta a visão
Há uma tela dentro da favela, becos e viela

E não é sobre ser santo ou crente, é sobre ser gente
Quem ama não tem medo, faça diferente
Para no sinal e abra tua janela

[Biorki e Felipe Vilela]
Um passo a frente você vê o mundo diferente
Um passo a frente, fi, um passo a frente

Um passo a frente você vê o mundo diferente
Um passo a frente, fi, um passo a frente

Um passo a frente você vê o mundo diferente
Um passo a frente, fi, um passo a frente

Um passo a frente você vê o mundo diferente
Um passo a frente, fi, um passo a frente

[Salomão do Reggae]
Quantos sorrisos eu consigo gerar? (Hein?)
Quanta pobreza eu consigo suprir? (Hein?)
Quantos caídos eu posso levantar! (Hein?)
Além de mim, hein? Hein?

Veja Também

Aonde Está Deus? “ao vivo” – Mauro Henrique

LETRA: Coração de pedra Alma cheia de orgulho Caminho sem direção Casa abandonada, mundo tão ...

DEIXE UM COMENTÁRIO